Seja bem-vindo !!!

Seja bem-vindo !!!

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Resgate ao Sagrado Feminino

                 
   

                               
                                    Resgate do Sagrado Feminino

“As mulheres honram o seu Caminho Sagrado quando se dão conta do conhecimento intuitivo inerente à sua natureza receptiva. As mulheres precisam aprender a amar, compreender, e, desta forma, curar. Cada uma delas pode penetrar no silêncio do próprio coração para que lhe seja revelada a beleza do recolhimento e da receptividade".

Ao longo do tempo, os seres humanos distanciam-se, cada vez mais, da sua essência, e do sagrado que permeia a nossa existência. 

Os nossos antepassados viviam em contacto direto com a natureza, reverenciando os seus ciclos, através das mudanças de estação, e em profunda gratidão por tudo o que a Grande Mãe lhes ofertava.
Como essa ligação era profunda, as pessoas, apesar das dificuldades de sobrevivência, eram felizes, sentindo-se preenchidas, uma vez que conseguiam ouvir a sua voz interior, que lhes dava orientações e aconselhamentos acerca do que fazer em determinadas situações, das decisões a serem tomadas e, assim, conseguiam manter os seus ânimos apaziguados.

As mulheres, principalmente, honravam a sua natureza, o seu ritmo biológico e o grande poder que detinham pelo facto de serem geradoras de vida. O ventre, simbolizado pelo grande caldeirão, representava um templo sagrado, de onde a vida era emanada. Os homens, reverenciavam a mulher por esse grande poder.

Para os povos antigos, a menstruação era um dom dado às mulheres pelas Deusas para que elas pudessem criar e perpetuar a própria vida. A sincronicidade do ciclo lunar e menstrual reflectia o vínculo entre a mulher e a divindade, pois ela guardava o mistério da vida no seu corpo e tinha o poder de tornar real o potencial da criação.

Nas sociedades matrifocais, as sacerdotisas ofereciam o seu sangue menstrual à Deusa e faziam as suas profecias durante os estados de extrema sensibilidade psíquica que a menstruação lhes dava.

Milénios de supremacia e domínio patriarcal despojaram as mulheres do seu poder inato e negaram-lhe até mesmo o seu valor como criadoras e nutridoras da própria vida.



No passado eram realizados rituais de renovação e purificação nas Cabanas ou Tendas Lunares, onde as mulheres se isolavam para recuperarem as suas energias e abrir os seus canais psíquicos para o intercâmbio com o mundo espiritual. Após esse período, elas, por estarem com a sensibilidade e intuição mais aguçadas, tinham revelações sobre curas.


Infelizmente, a vida da mulher moderna levou-a à perda do contacto e sintonia com o seu corpo e com a energia da Lua. 

Tal distanciamento gerou problemas em relação ao ciclo menstrual, tais como TPM, cólicas, ciclo desordenado, entre outros, ocasionados pela não-aceitação da sua natureza.

 Hoje em dia, existem muitos métodos para que a mulher deixe de menstruar e se livre definitivamente desse “incomodo”.

Para restabelecer essa sincronicidade natural, a mulher deve reconectar-se à Lua, observando a relação entre as fases lunares e o seu ciclo menstrual. 

Compreendendo o ciclo da Lua e a relação com o seu ritmo biológico, a mulher contemporânea poderá "cooperar" com o seu corpo, fluindo com os ciclos naturais, curando os seus desequilíbrios e fortalecendo a sua psique, como o explica Mirella Faur, no Anuário da Grande Mãe.



Felizmente, existem vários grupos no mundo que trabalham para que o resgate do Sagrado Feminino seja feito, que permitem que a mulher resgate o seu poder pessoal e com isso possa desempenhar de forma mais saudável o seu papel de mãe, esposa, mulher e profissional, tornando-as mais felizes e realizadas.

O perfil de uma bruxa


                         O perfil de uma Bruxa!

"A autêntica Bruxa está no interior da pessoa. Por este motivo é difícil você reconhecer uma Bruxa somente de passear nas ruas.


Ao contrário das histórias infantis, a Bruxa não é feia, e muito pelo contrário, ainda mais hoje em dia, elas se cuidam cada vez mais, porque agora, mais do que nunca o acesso as ervas, chás e aprendizado de se usar a natureza como aliada esta fácil.

No instante que resolvemos aceitar que somos Bruxas (porque Bruxa nasce Bruxa), começamos a aflorar nossa sensibilidade e prestar atenção em coisas que passavam despercebidas.

Não é somente ler Tarô, saber nomes de ervas, ser Bruxa não é tomar conta da vida alheia e nem manipular o mundo.

Ser Bruxa é semear alegria e força onde passam. É dar amor a todos a sua volta, é ter senso de humor e se dar bem com a vida!

Quando uma Bruxa entra numa floresta, ela sente a intensidade das vibrações das árvores e plantas, se emociona com as flores, se deleita com os sons da natureza e se houver, das águas também.

A Bruxa assume seu papel de guardiã e mensageira da Grande Mãe.

E nunca se gaba por ser uma criatura com poderes sobrenaturais e assume sua condição com simplicidade e naturalidade.

Ser Bruxa é saber que não somos limitados a uma sociedade pois existe um Universo e não cidades, existe passado, presente e futuro e não somente um calendário.

Aceitar ser uma Bruxa, é grandioso e independente.

É assumir a vida, amar o mundo e o Universo.

É acreditar, é amar incondicionalmente.

É ter uma força grandiosa, complexa, infinita e perfeita..."

Magia para a Mãe Natureza

                   
               
                         
                                Magia para a Mãe Natureza

A Mãe Natureza é a maior reverenciada quando se trata de uma magia de bruxaria, pelo amor e respeito das Bruxas e Bruxos.
Não importa o tipo de magia está fazendo, se é para o amor ou saúde, enfim, toda magia tem o testemunho e proteção da Deusa que é a mãe natureza.

Os Elementos da Natureza são considerados manifestações da Deusa viva, eis os elementos:
A Terra é o seu corpo,
O Ar é o seu sopro,
O Fogo é seu Espírito,
A Água é o seu útero que gera vida.

Assim, ao pedir sua presença em rituais, terá o auxílio dos elementos e a proteção da Deusa.
Mas, sempre que puder, reverencie a Mãe Natureza acendendo uma vela e um incenso, e com os pés descalços no chão (de preferência direto na terra).

Beba um copo de água e diga;

“Amadas Donzela, Mãe e Anciã,
Todas juntas na Deusa Triplice,
Com seus poderes em,
Terra, Água, Ar e Fogo,
Proteja a vida com amor.
Sagrada Mãe Natureza,
Seja sempre a vida deste planeta,
Que assim seja!”

Com certeza ela te ouvirá!

E quando precisar, apenas a chame.

sexta-feira, 8 de julho de 2016

Prece à Mãe Divina


                              
                                   Divina Mãe

Que  eu possa ter raízes em Teu luminoso coração;
Que minha mente  e  minha alma  voem em Tua  vastidão ;
Que as minhas palavras  e ações  emanem a Tua  paz ;
Que o Teu amor  seja o centro das minhas  escolhas   e de todas  as minhas relações.

                                   Divina Mãe 

Coloque os seus braços de compaixão ao meu redor  e me conduza  pelo caminho de volta  a você;
E que ao receber Suas graças  eu me torne  disponível para servir  ao amor ;
Pelo benefício  de todos os Seres .

Que  assim seja !

segunda-feira, 25 de abril de 2016

COMO TRAÇAR O PENTAGRAMA NO AR COM A PONTA DOS DEDOS

Sabemos que através das pontas dos dedos tanto recebemos como transmitimos energia. 


Se traçarmos um pentagrama no ar com os dedos estaremos criando um magnífico selo de defesa.







Sinal de Proteção



                                  Sinal de Proteção

Trata-se de um dos símbolos pagãos mais utilizados na magia cerimonial coordenados pelo espírito, sendo considerado um talismã muito eficiente.

O pentagrama é conhecido também como o símbolo do infinito, para os bruxos e bruxas.

O pentagrama é uma estrela de cinco pontas, dentro de um círculo, é o símbolo da religião Wicca.

Assim como a cruz é para o cristianismo e o hexagrama é para os judaísmo, o pentagrama é para os wiccanos e assim como o sinal da cruz cristã, fazemos o sinal do pentagrama.

Cada ponta da estrela do pentagrama representa um dos cinco elementos da Natureza: Ar, Fogo, Água, Terra e Akasha (espírito).

Em Wicca, seus adeptos crêem que tudo foi criado a partir dos cinco elementos e por este motivo, no treinamento para o sacerdócio wiccano, o domínio dos elementos é visto como o primeiro ato para a iniciação.

Também representa o corpo humano, com os 4 membros e a cabeça; sendo assim conhecido como “estrela do microcosmo” (pequeno universo), que simboliza o(a) mago(a) dominando o espírito sobre a matéria, inteligência sobre instintos, mente sobre o corpo.

Agora, aprenda a fazer o “sinal de proteção” do pentagrama:

Com a mão direita; feche a mão e solte somente o dedo indicador e o dedo maior, deixando-os unidos. Formará um revolver sem o gatilho! Ou o sinal de paz e amor com os dedos fechados!

Coloque as pontas dos dedos na coxa esquerda, suba a mão até sua testa, desça a mão até a coxa direita, agora suba até o ombro esquerdo, vá para o ombro direito e feche o círculo na coxa esquerda.

Pronto, observe que você fez o pentagrama em seu corpo, e se desejar, pode fazer menor e mais discreto.

Esta é uma forma de proteção muito forte para as bruxas e bruxos.


(Wiccans)

sábado, 16 de abril de 2016

Oração de Devoção à Deusa


Oração de Devoção à Deusa

“Por dentro e por fora a Deusa está em mim…

Eu sou da Deusa para toda ação do bem,

Debaixo de mim surge Sua energia de toda a terra;

Sendo minha fundação e minha casa,

Por cima ela me derrama Sua luz do Sol e da Lua 
encantadora.

Em minha mão direita recebo a força,

Para controlar e dirigir minha magia,

Escondida no fundo de minha alma.

Em minha mão esquerda recebo as habilidades,

De sua energia divina para curar e ajudar,

Com a sabedoria do tempo.

Para mim, é a fonte da bênção.

Assim será e nunca acabará.”

Prece das Bruxas como devoção à Deusa que pode ser feita antes de acender uma vela ou incenso, ou mesmo no início de um ritual de magia.

autoria desconhecida